sábado, 30 de maio de 2009

Tão crítica, nada crítica...

Caso você já tenha reparado nos mínimos defeitos de alguma coisa levante a mão.
\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/
Viu só? Todo mundo é assim. Tira uma foto e percebe que três fios de cabelo estavam fora de lugar, ganha um marcador-de-texto e percebe que veio dois milímetros fora do normal, ganha um livro e percebe que veio com uma página cortada na ponta, ganha um iPod e percebe que... tá bom, já deu pra entender que todo mundo é crítico. Algumas pessoas são mais moderadas com essa tal crítica, outras julgam tudo que recebem e/ou vêem. Eu tenho uma amiga que é maníaca por nota alta. Teve um dia que tivemos uma prova que valia 10,0 e ela tirou 9,9 e quase morria! Ficou implorando para o professor dar um décimo pra ela! Fico pensando se ela é assim em todos os sentidos, e não só nas provas. Bom, não deve ser nada legal criticar tudo que se vê, até as coisas que estão quase perfeitas. É, isso mesmo, quase perfeitas. E é esse quase que preocupa muitas pessoas como minha amiga. Essas pessoas não se contentam que 99,9% de certa coisa está perfeita, contudo 0,1% não está perfeita e essa pequena parte procupa (e muito) os críticos, e nisso essas pessoas parecem muuito com os pessimistas. Bem, se você é muuuito crítico (como minha amiga nas provas) tente ser menos, porém, PELO-AMOR-DE-DEUS não fique sem ser crítico. Já imaginou uma pessoa que não é nem um pouquinho crítico? Uma pessoa que come qualquer coisa, namora qualquer pessoa, ler qualquer livro, enfim, uma pessoa que não tem opinião sobre nada. Então, não seja tãããããão crítico, mas também não seja nada crítico. Então, da próxima vez que for julgar alguma coisa pense antes e veja se aquilo não corresponde a uma porcentagem beeem pequena em comparação ao resto, que até agora talvez esteja perfeito.

Juuh Costa

Um comentário:

Ana Paula (: disse...

Sabe quem eh assim? Kevin! Por isso ele toca guitarra tao bem! Porque ele dá 100% de si! dependendo da ocasiao isso eh bom, mas em outras passa dos limites!